Percepções iniciais do universo enófilo

Passados alguns meses desde que resolvi me iniciar de verdade no universo dos vinhos, chegou o momento de dizer que muita coisa básica já mudou na minha percepção da bebida. Dentro desse mundo repleto de aromas, sensações e combinações as nuances e variações são virtualmente infinitas, mas já é possível me pronunciar a respeito – ou ao menos compartilhar, com cautelosa parcimônia, as impressões que tenho colhido e registrado em nosso diário de degustações.

Antes disso, uma breve recapitulação sobre fundamentos teóricos.

Como mencionado no post número zero sobre vinhos, tomada a decisão de me aprofundar no assunto uma das primeiras coisas que fiz foi adquirir alguns livros. Devorei-os rapidamente, a maior parte deles durante a madrugada em meio a uma obra. Ao mesmo tempo, associei a leitura a constantes pesquisas na Internet, gerais e específicas sobre os vinhos que estávamos degustando. Assinei duas revistas especializadas: a Decanter, bíblia mensal inglesa que tenho recebido desde Abril, e a Adega, publicação mensal nacional que passei a receber um pouco mais tarde. Também fiquei sócio do ClubeW Classic, que tem revista mensal própria.

Barahonda Sin Madera 2013
Barahonda Bodegas, Sin Madera Monastrell, Yecla DO 2011 (Espanha)
Degustado numa noite de rolha livre no Varadero Bar & Restô, acompanhando uma entrada chamada "Quarteto Paulista"

Como podem imaginar, a overdose de informação foi extrema no início, mas já é possível perceber resultados no modo como sou capaz de utilizar o vocabulário enófilo.

Compartilho abaixo algumas das impressões gerais que tenho após alguns meses inserido "dentro" deste mundo. Espero poder revisá-las ou ampliá-las num futuro breve.

Barahonda Sin Madera 2013
Provam, Varanda do Conde Alvarinho/Trajadura, Vinho Verde DOC 2013 (Portugal)
Acompanhando um bacalhau ao forno no restaurante DiParma Originale

A seguir coloco algumas de minhas atuais preferências:

E agora aponto uma pequena lista de tarefas:

Barahonda Sin Madera 2013
Cono Sur, Bicicleta Cabernet Sauvignon, Valle Central 2013 (Chile)
Fantástico acompanhamento para um fondue chinoise no Chalé do Fondue, em Chapada dos Guimarães

Na próxima postagem sobre o assunto espero escrever sobre minhas impressões acerca dos aspectos mercadológicos relacionados a vinho.

Texto postado por Edward em 4 de Julho de 2015
Clique para comentar!

 

www.kollision.biz - Ano 11

Festa!

Para celebrar os 11 anos deste site eu não vou fazer absolutamente nada.

Isso aqui já é praticamente um filho adolescente e deveria saber se cuidar sozinho.

E vamos à ultra-hiper-mega aguardada recapitulação cinéfila anual:

Número de filmes assistidos
  No cinema Em casa Total
2014-2015 23 (18%) 106 (82%) 129
2013-2014 28 (31%) 63 (69%) 91
2012-2013 31 (28%) 79 (72%) 110
2011-2012 34 (24%) 109 (76%) 143
2010-2011 57 (31%) 128 (69%) 185
2009-2010 42 (36%) 76 (64%) 118
2008-2009 63 (35%) 118 (65%) 181
2007-2008 91 (38%) 149 (62%) 240
2006-2007 87 (32%) 186 (68%) 273
2005-2006 70 (30%) 161 (70%) 231
2004-2005 44 (23%) 152 (77%) 196

Texto postado por Edward em 20 de Junho de 2015
Clique para comentar!

 

Visitando Porto de Galinhas

No último feriado do dia do trabalho partimos numa viagem curta para conhecer mais um cantinho do Brasil, e o lugar escolhido foi Porto de Galinhas, o pitoresco e famoso reduto de praias situado no município de Ipojuca, estado de Pernambuco.

Saímos na Quinta-feira para nos hospedarmos no Village Hotel de Porto de Galinhas. Logo na manhã de sexta caminhamos 6 quilômetros ao longo da praia até chegar ao centrinho da cidade. Após almoçarmos lagosta grelhada escolhemos a praia de Muro Alto para passar a tarde, finalizando o dia com um passeio pelo centro turístico e um jantar no restaurante Peixe na Pedra, que tem uma vista fantástica para a praia.

O Sábado foi dedicado ao passeio à famosa Praia de Carneiros, distante cerca de 45 km de Porto de Galinhas (Píer Mariassú) e considerada uma das mais belas praias do Brasil. Fechamos um passeio com transporte de van e catamarã da Cavalo Marinho, em dia agradável e sem chuva, apesar das ameaças de São Pedro durante o período da manhã. Paradas intermediárias incluíram a praia de Guadalupe, onde os turistas podem tomar banho de argila "rejuvenescedora", os bancos de areia que somem assim que a maré sobe, a histórica igreja de São Benedito e o leito do rio Formoso, onde os nadadores aproveitaram para mergulhar um pouco em águas calmas e salgadas. O ponto alto do passeio foi mesmo a praia e os arrecifes, onde relaxamos após um almoço com camarão no restaurante Bora Bora. E ainda deu tempo da minha esposa provar uma cartola com sorvete no restaurante Beijupirá antes do catamarã seguir viagem.

À noite visitamos o restaurante Barcaxeira para provar a farofa típica do local, e ainda deu tempo de voltar ao hotel para conferir o final do ótimo show do trio acústico Supernova. Aproveitamos a manhã de Domingo para curtir a praia na área reservada do hotel, nos despedindo do lugar após o almoço para pegar o voo para casa.

Vamos a algumas fotos selecionadas:

1 – Manhã em Porto de Galinhas
2 – Na Praia de Muro Alto
3 – Iniciando o passeio de catamarã à Praia dos Carneiros
4 – Praia dos Carneiros!
5 – No restaurante Beijupirá, deixando pegadas na areia e visitando a capela de São benedito
6 – Mais Praia dos Carneiros e mergulho nas águas salobras do Rio Formoso
7 – Passeio em Porto de Galinhas à noite
8 – Domingo na praia do Village Hotel
9 – No Village Hotel de Porto de Galinhas
10 – Comidas!
11 – Mais comidas!
Foto 1

Nossa opinião é que, para quem gosta de praia, qualquer uma das pousadas que ficam ali na orla de Porto de Galinhas é excelente para relaxar e curtir o mar.

E aproveito para registrar aqui que uma das minhas metas numa próxima visita a local de praia é aprender a surfar!

Texto postado por Edward em 19 de Junho de 2015
Clique para comentar!

 

Um novo hobby

Começando o aprendizado em vinhos

Encontrar novos hobbies depois de certa fase da vida não ocorre facilmente, mas é ótimo quando isso acontece. No meu caso, já tem algum tempo que uma certa atividade vem se tornando mais presente na minha rotina e na da minha esposa, o que é ótimo em dose dupla porque ela também está, até certo ponto, compartilhando deste novo processo de descoberta.

Meu novo hobby, meus caros, é a enofilia. Acredito que o interesse nasceu das muitas viagens que já tive a oportunidade de fazer, aliado ao fato de eu não apreciar bebidas destiladas. A aproximação aconteceu bem devagar, começando pelo distanciamento dos vinhos suaves e passando por inúmeras experiências gastronômicas marcantes. A verdade é que existe um universo inteiro a ser descoberto sobre os vinhos, num processo de aprendizado extremamente abrangente e que se reflete em todos os aspectos das nossas vidas.

Eu me sinto um completo iniciante apesar de já conhecermos e estarmos familiarizados com alguns tipos de uvas. Neste momento posso dizer pelo menos que acabou esse negócio de pedir vinhos em restaurantes com base no "achômetro". Já estou munido de uma bibliografia e até criei uma área de links dedicada ao assunto na barra ao lado. Alguns não são atualizados há um bom tempo, mas possuem um vasto material de leitura e é isso que importa.

Tenho certeza que em alguns anos poderemos estar com um nível de conhecimento enófilo bem mais, digamos, encorpado.

Para comemorar, separei algumas fotos especiais do nosso álbum para relembrar momentos enófilos passados e o início de uma nova era:

Um brinde aos leitores e aos amigos, de longa e de pouca data!

Texto postado por Edward em 28 de Maro de 2015
Clique para comentar!

 

Minhas Apostas para o 87° Oscar

É chegado mais um momento de fazer palpites!

Como sempre nada foi visto. Mas minha bola de cristal está calibrada.

Texto postado por Edward em 22 de Fevereiro de 2015
Clique para comentar!

 

Presença de Catita 2

Catita pode até não admitir, mas é bastante fotogênica quando quer. A seguir estão algumas poses selecionadas:

Catita
– Esse travesseiro é meu e ninguém toma!
Catita
– Não se aproxime do tesouro de papai!!!
Catita
– Que que foi? Que que há? Tá me olhando por quê, quer me dar!?!
Catita
– Tá tudo girando, não consigo enxergar a câmera...
Catita
Um close em momento enigmático
Catita
Soninho depois de ficar presa acidentalmente dentro do armário
Catita
– Eu esperei do lado do vídeo-game para tirar a foto, mas papai demorou muito e aí perdi a paciência.

Texto postado por Edward em 3 de Fevereiro de 2015
Clique para comentar!

 

Viagem de férias ao interior de Mato Grosso

Nesta última semana acompanhei minha esposa numa breve viagem de campo ao interior do Mato Grosso.

A rota que seguimos foi a seguinte:

Viagem MT 2014

Começamos em Cuiabá e pegamos chuva já na estrada para Cáceres. De Cáceres prosseguimos viagem e almoçamos em Porto Esperidião, chegando a Pontes e Lacerda durante a tarde. Dormimos na cidade e no dia seguinte passamos por Comodoro, almoçamos em Campos de Júlio e pernoitamos em Sapezal. Saindo de Sapezal fizemos "escala" em Campo Novo do Parecis e Trangará da Serra, retornando a Cuiabá ao final do terceiro dia.

Foram aproximadamente 1.300 quilômetros rodados. A chuva nos acompanhou durante quase todo o trajeto, e adivinhem onde vimos o sol sem ameaça de chuva? Sim, somente em Cuiabá!

Seguem alguns momentos selecionados do celular da minha câmera (que não possui flash):

Em Cáceres
Muita chuva passando por Cáceres
Em Pontes e Lacerda
Teatro de Tábuas, evento que reuniu boa parte da população de Pontes e Lacerda no centro da cidade
Em Comodoro
Vista nublada de uma das ruas do município de Comodoro
Bob
Este é Bob, que foi meu companheiro de banco por cinco minutos enquanto sua dona fazia compras no supermercado
Em Sapezal
Vista da entrada de uma das principais avenidas de Sapezal
Em Sapezal
Pizza de filé mignon e frango com pequi no restaurante De Carli, em Sapezal
Rumo a Campo Novo do Parecis
Rumo a Campo Novo do Parecis – é soja que não acaba mais, a perder de vista!
Em Tangará da Serra
No shopping de Tangará da Serra

Texto postado por Edward em 9 de Dezembro de 2014
Clique para comentar!

 
Valid XHTML 1.0!Valid CSS!